Calçado infantil x mercado da moda Qual o fator decisivo na decisão de compra dos pais

//Calçado infantil x mercado da moda Qual o fator decisivo na decisão de compra dos pais

Calçado infantil x mercado da moda Qual o fator decisivo na decisão de compra dos pais

Do nascimento até o final da adolescência, percebemos que os pés passam por diversas fases distintas de desenvolvimento, e os calçados acompanham essas mudanças e são atentamente observados pelos pais, em especial, se tratando dos primeiros anos de vida dos filhos. 

 

Neste contexto, um estudo publicado pelo Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC) classifica brevemente as mudanças que ocorrem de acordo com a idade e o que deve ser observado no calçado para que os pés se desenvolvam sem prejuízos:

 

– 0 aos 2 anos: neste período o pé é plano e robusto, os ossos e os músculos do pé vão se formando gradativamente. A criança coloca todo o pé no chão para recuperar o equilíbrio e evitar possível queda. O papel do calçado nesta fase é de proteção, devem ser leves e flexíveis não impedindo a mobilidade dos pés; para a região dos dedos, se indica que seja mais largo e arredondado, de modo que não os aperte e a região do calcanhar seja de uma densidade especifica, para proporcionar firmeza sem interferir na mobilidade.

 

– 2 aos 7 anos: Nesta fase, o calçado deve oferecer leveza, flexibilidade e segurança, solado antiderrapante para acompanhar as atividades que são mais intensas nesta faixa etária (ex. correr, pular…).

 

– 7 aos 15 anos: O ideal para acompanhar esta fase é um calçado que absorva os impactos, cuja palmilha permita a distribuição dos pontos de apoio do pé, oferecendo estímulos e sensações semelhantes ao andar descalço.

É muito importante ter como hábito observar os pés das crianças, a anatomia dos pés vai se modificando e o calçado precisa estar ajustado a este contexto. 

E os pais? Como escolhem na prática? A pesquisa fez uma série de questionamentos aos pais entrevistados, que são pais de meninas e meninos, para entender seu comportamento de compra se tratando de calçados infantis. Dentre todas as respostas, podemos entender que:

 

Quando questionados sobre o que consideram mais importante ao comprar calçados para os seus filhos, observou-se que 69% dos pais priorizam o conforto. Este resultado compõe um cenário em que os pais se mostram atentos às necessidades e adaptações anatômicas dos pés, visto que o conforto contribui para a proteção, bem como saúde e bem-estar. 

 

-> Full Plastic: detalhamento e moldes precisos para rápida injeção. 

 

Seguindo esta linha, a respeito das dificuldades de comprar calçados para os filhos, observou-se que 66% dos pais apresentam dificuldade em determinar a numeração dos calçados das crianças. Isso pode estar relacionado com a grande diversidade das marcas de calçados presentes no mercado e a não padronização das fôrmas utilizadas para a confecção dos produtos. Também observa-se que aproximadamente 34% dos pais relatam dificuldades em encontrar calçados devido à morfologia dos pés, bem como ao design do calçado. No que se refere ao crescimento dos pés e assertividade da numeração dos calçados, respectivamente, 70% dos pais realizaram pelo menos duas trocas de numeração do calçado no último ano. 

Um fator unânime na discussão dos pais foi quanto ao preço médio de calçados infantis, onde 81% dos entrevistados consideram o calçado infantil um produto de valor elevado, seguidos de 19% que acreditam que o preço é justo. Nenhum dos entrevistados julgou o preço dos calçados como baixo. Acredita-se que esses resultados podem estar relacionados às tecnologias embarcadas que alguns calçados apresentam.

 

→ Moldes Polako, máxima tecnologia e melhor desempenho produtivo.

 

A pesquisa também levantou questões mais tecnológicas, como materiais e reflexo disso nos pés dos pequenos. Quanto menor a criança, maior o número de glândulas sudoríparas encontradas em uma pequena região dos pés. Neste sentido, quando questionados, 61% dos pais responderam que os pés dos filhos produzem suor e, destes, 59% confirmaram a presença de odor. Neste caso, o indicado é apostar em calçados de tecnologia anti odor e suor. 

 

Por fim, questionou-se a respeito de presença de marcas e pressões que mais são encontradas nos pés das crianças quando utilizam calçados fechados. A região do calcanhar é a mais mencionada (35%), seguida do peito do pé (20%). Estes números podem estar ligados a materiais rígidos, acabamentos e/ou enfeites utilizados no calçado, então, entende-se que calçado infantil, mesmo podendo ser muito induzido pelo mercado da moda, precisa priorizar o conforto. 

 

Fonte: Tecnicouro – Artigo de autoria de WILBORN, Juliana ; CUNHA, Beatriz ; BOEIRA, Denise e WÜST, Eduardo

1 Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos (IBTeC)

Confira completo: https://www.tecnicouro.com.br/post/crit%C3%A9rios-que-influenciam-a-escolha-do-cal%C3%A7ado-infantil

 

 

De |2021-05-12T10:05:03+00:00maio 12th, 2021|Sem categoria|0 Comentários

Sobre o autor:

Deixe um Comentário

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.